Race Talks: “Marcas precisam ver além do número de seguidores”

Debate com Rafael Dantas (Rango do Rafa) e Julia Jaccoud (A Matemaníaca) discute potencial de influenciadores como canais estratégicos

Foi realizada nesta terça-feira (23) mais uma edição do Race Talks, evento de troca de conhecimento entre profissionais e especialistas de comunicação. Para o primeiro debate de 2018 foram convidados os influenciadores Rafael Dantas, do canal Rango do Rafa, e Julia Jaccoud, conhecida como A Matemaníaca. A dupla detalhou como funciona a relação constante com as marcas e explicou quais são os principais desafios enfrentados como profissionais do segmento.

Leia também: O que é e como utilizar o Facebook ADS?

A política do feed de notícias do Facebook e seu impacto na comunicação corporativa

Segundo Rafael, que produz vídeos de receitas há quatro anos, muitas empresas se restringem aos canais com milhões de inscritos, por isso acabam deixando de atingir um público estratégico em suas ações. “As marcas precisam ver além do número de seguidores. Nem sempre um canal do YouTube tem a maioria de fãs dentro do perfil de interesse”, diz.

Julia, que apresenta a matemática além de fórmulas e teorias, enfrenta um segmento de influenciadores ainda em desenvolvimento: o de educação. Ao contrário da gastronomia, que se popularizou e possui diversos porta-vozes, sua categoria vem ganhando notoriedade principalmente com a plataforma YouTube Edu, da qual é parceira, que reúne vídeo-aulas sobre temas diversos. “Meu canal tem foco na divulgação da matemática sem muitas teorias e fórmulas decoradas. O nicho é muito específico, o que ainda dificulta parcerias com algumas marcas”, completa.

Veja mais: Planejamento estratégico com influenciadores digitais

Entenda como funciona o monitoramento de redes sociais

Para Rafael, liberdade criativa é a palavra-chave para uma ação bem-sucedida. Em outros termos, quanto menos limitador for um briefing, mais natural soará o discurso. “Costumo receber pequenas orientações das marcas, junto com os principais pontos que precisam ser destacados. Esse formato funciona bem porque o dono do canal conhece seu público e sabe qual a melhor forma de se produzir conteúdo.” Além disso, quanto mais influenciadores envolvidos em uma campanha, mais eficiente será o impacto. Rafael exemplificou com a ação #CaixaSurpresaAjinomoto, em comemoração aos 60 anos da Ajinomoto do Brasil – cliente da Race Comunicação –, que contou com a participação de dez perfis influentes da gastronomia em um desafio culinário.

Apesar da diferença temática entre Rango do Rafa e A Matemaníaca, Rafael e Julia reforçaram um ponto importante ao longo do debate: os influenciadores têm muito potencial a ser explorado e ainda precisam ser compreendidos como canais estratégicos de comunicação. O período atual é de transição e, em um futuro próximo, poderão conquistar o posto de tradicionais veículos como revistas, jornais e até mesmo a televisão.

Autor: Bruno Uehara