Rigor na manutenção da identidade visual

O reconhecimento de uma empresa depende, entre outros fatores, do atendimento aos princípios estabelecidos no guia ou manual de identidade corporativa

Divulgação

Nelson Graubart: consistência do conjunto de aplicações do logotipo impactam os públicos da empresa

Mais importante que um belo símbolo ou logotipo para sua empresa é a sinergia criada pelo conjunto de suas aplicações institucionais, ambientais, promocionais, administrativas e operacionais.

Todos os públicos impactados devem perceber a consistência desse conjunto para, com isso, formar uma imagem positiva e organizada da empresa.

A disponibilização dos elementos de identificação visual ocasionada pelos canais digitais (sites, e-mails, posts, etc) tornou muito fácil e oportuno aquilo que costumo chamar de  "auto-medicação", ou seja, criações de soluções gráficas por parte de um número muito grande de bem intencionados colaboradores que, não conhecendo o processo de construção de uma identidade visual, distorcem, deformam, mudam proporções, cores e tipografia dos tão importantes recursos de reconhecimento de uma empresa.

Independentemente do tamanho, manter esta identidade da empresa dentro de um padrão para todas suas aplicações de seu símbolo, logotipo, cores, tipografia e demais elementos que formam sua identidade visual é um procedimento que deve ser observado (fiscalizado) por todos os funcionários nos momentos da criação dos canais de comunicação até, e principalmente, nos departamentos de compras de materiais.

Observar os padrões estabelecidos em um Guia ou Manual de Identidade deve ser tão rigoroso quanto o controle de qualidade e precisão na compra de um parafuso ou  na  elaboração de um contrato pelo advogado da empresa.