Campanha criada pela FSB Publicidade toma ruas do Rio

A FSB Publicidade, em parceria com a Prefeitura do Rio e a Concessionária do VLT Carioca, lançou, na última quinta-feira (14), a campanha educativa “Olho no VLT”. O objetivo principal é alertar a população do Centro e da Região Portuária do Rio sobre o início dos testes com os trens do veículo leve sobre trilhos. O conceito “Olho no VLT” foca na atenção visual dos pedestres e motoristas, já que os trens são silenciosos e vão circular por áreas com grande fluxo de pessoas e carros.

“Tínhamos o desafio de desenvolver um conceito que, numa área extremamente movimentada, chamasse a atenção da população para a necessidade de mudança de hábitos. O VLT vai ser a nova grande atração do Centro do Rio, mas as pessoas precisam ficar atentas à sua passagem a partir de agora”, explica o diretor da FSB Publicidade, Hildebrando Neto.

Para divulgar a campanha, foi  organizado um seminário com a participação do Secretário Municipal de Transportes, Rafael Picciani, de representantes da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp) e da Secretaria Especial de Concessões e Parceiras Público-Privadas (Secpar). A FSB sugeriu a programação e elaborou os materiais para os jornalistas que compareceram ao evento, em parceria com as áreas de comunicação da SMTR e da Cdurp.

Além disso, foi desenvolvida uma forte estratégia de geolocalização por meio da instalação de placas e displays em locais de grande movimento, como a Praça Mauá, Cinelândia, Rio Branco e Rodoviária. Foi realizada ainda uma ação de panfletagem de 150.000 folhetos na região, além da criação de jingle para a campanha que será veiculado em rádios de maior audiência da cidade.

Na área digital, a FSB adotou a hashtag #olhonovlt para postagens no FacebookTwitter e Instagram do VLT, e produziu uma landing page para falar do projeto e dar dicas de segurança. Todos os canais foram ativados com mídia geolocalizada, como notificações via celular e Waze – quando o veiculo se aproxima dos trilhos, o usuário é impactado com uma comunicação via banner.

A campanha foi destaque no RJTV, O Globo, TV Brasil, O Dia, entre outros veículos, e ficará no ar até meados de abril, com ações de guerrilha e vídeos “flashmob”, que serão trabalhados nas redes posteriormente.