Burson-Marsteller



Burson-Marsteller

As mídias sociais têm se tornado fundamental para as divulgações das diplomacias. Foi considerada uma ferramenta medíocre e hoje é considerada uma das ferramentas mais eficazes para os líderes mundiais, uma vez que as notícias são simplesmente postadas em seu feed de notícias. Estes diversos canais sociais trouxeram uma vasta plataforma de comunicação incondicional, e se tornaram a ferramenta mais importante de qualquer comunicador hoje em dia. O Twitter em particular se transformou no próprio “barômetro” dos líderes políticos, uma ferramenta usada para analisar as relações internacionais. Já uma extensa variedade de mídias sociais para se escolher. Enquanto alguns líderes e governantes ainda colocam na ponta do lápis os prós e contras de qualquer rede social, outros têm ido além do Twitter, Facebook e Instagram, emergindo inclusive para o Snapchat, WhatsApp e Telegram, onde a comunicação é quase impossível de se rastrear. O estudo do Twiplomacy 2016 da Burson-Marsteller se expandiu para que outras mídias sociais fizessem parte do estudo das plataformas dos líderes, tais como Facebook, Instagram, YouTube, Google+, LinkedIn, Vine e Periscope. Há uma crescente divisão entre os governantes que são ativos nas redes, com times dedicados e equipes eficientes, e há aqueles governantes que veem as redes sociais como um transtorno. Ainda há um pequeno número de políticos que se recusam a abraçar a era moderna e digital e por isso, seu gerenciamento de comunicação enfrenta o desafio constante de se inserir cada vez mais no mundo moderno. No último ano, os líderes políticos mais populares das mídias continuaram aumentando suas audiências e visualizações, enquanto novos líderes emergiram apenas para a esfera do Twiiter, ou como os norte-americanos chamam de “Twittersphere”. Mauricio Macri da Argentina, Justin Trudeau do Canadá e o presidente norte-americano Barack Obama impactaram de tal forma sua visibilidade no Twitter e Facebook com o passar dos anos que são exemplos de líderes “conectados”. Arede social de Obama se tornou ainda mais pessoal que sua conta @POTUS no Twitter e Facebook, e o primeiro “presidente da era digital” deixará a Casa Branca em janeiro de 2017 com uma incrível quantidade de 137 milhões de seguidores, fãs e inscritos. Além dos famosos Twitter e Facebook, líderes como o presidente da Argentina também se tornaram ativos no Snapchat para alcançar uma audiência mais jovem. Similarmente, um número razoável de políticos, principalmente na América Latina, começou a aderir ao Periscope, uma rede social eficaz para transmissão ao vivo de suas conferências.Temos testemunhado diversas interações de políticos com o público, como as interações amigáveis entre os Obamas, a rainha da Inglaterra e o primeiro ministro do Canadá. Ministros estrangeiros continuam expandindo seu network diplomático seguindo cada um e criando coalisões em tópicos específicos, em particular as brigas contra o ISIS. Descobrimos que para os governantes, Twitter é ainda visto como uma plataforma somente de escrita e por isso somente um quarto de 1.3 milhões de tweets possuem fotos anexadas. No último ano, vários líderes mundiais abraçaram as comunicações visuais e vários outros se tornaram ativos no Instagram, compartilhando as cenas “por trás dos bastidores” ou simplesmente crônicas de suas atividades diárias. Papa Francisco, que raramente compartilha fotos no Twitter, criou uma conta no Instagram em Março de 2016 especialmente para promover sua comunicação visual e se tornou o terceiro líder mundial mais seguido na rede social. Alguns líderes mundiais, incluindo o presidente da Colômbia e Julie Bishop da Austrália usam emojis para alegrar seus tweets, criando o que pode ser descrito como uma nova linguagem diplomática. O ministro estrangeiro da Finlândia produziu recentemente seu próprio conjunto de emojis, totalizando 49 símbolos. Perguntamos a alguns líderes digitais de um dos ministérios mais bem-conectados para compartilharem o que acham sobre seus canais de redes sociais preferidos e exemplos de suas melhores campanhas em nosso blog.

Voltar